• Wix Facebook page
  • Wix Google+ page

Venda de Empresas

Startups, Fusões & Aquisições

 O Processo de Fusões e Aquisições passo a passo 

​A Empresa Perfeita como fomentadora de operações de F&A (Fusões e Aquisições)  prospecta empresas interessadas na venda integral da empresa, cotas, participações ou controle, atendendo a Mandatos de compra para fundos Private Equity e Venture Capital, investidores qualificados ou mesmo para players que almejam ser consolidadores de mercado.

 

Na outra extremidade,  possuimos Mandatos de venda, no qual busca investidores qualificados interessados em investir em empresas pequenas, médias ou grandes, com gestão familiar ou profissional.


É fundamental uma criteriosa diligência dos passivos envolvidos.

Deve-se também avaliar riscos e aspectos legais da operação para a definição de garantias e para a elaboração dos contratos. 

 

É preciso dominar técnicas para determinar o valor do negócio e saber estruturar um planejamento tributário eficaz.

 

Tudo será tratado sob total sigilo garantido em contrato.

 

   Entre em contato  para colher mais informações .

 

Etapas do Processo de Venda de Empresas

 

1 - Contratação de uma consultoria especializada

A partir do momento que os acionistas de uma empresa decidem vender a totalidade ou parte do capital, seja por anseio do empreendedor, ou por um comprador batendo à porta, a primeira etapa a ser tomada é preparar a empresa para o processo de negociação.É recomendável buscar no mercado uma consultoria com experiência em transações de compra e venda de empresas para auxiliar na preparação da companhia, se dedicando integralmente ao processo, permitindo assim que os sócios não percam o foco na atividade da empresa, e trazendo experiências de outras operações.

 

 

2 - Avaliação da Empresa (“Valuation”)

A avaliação da empresa é uma etapa fundamental do processo, pois é quando todos os fatores geradores de receita são estudados em profundidade, assim como todos os custos, despesas e investimentos relacionados. Nesse processo, o assessor trabalhando em parceria com a empresa, consegue determinar uma faixa justa de valor para a empresa.

Existem dois métodos principais de avaliação de empresas, o fluxo de caixa descontado e a avaliação por múltiplos. Esses dois modelos possuem formulas engessadas de avaliação, que se não utilizadas com cuidado, acabam subavaliando todos os ativos intangíveis da empresa.

A Empresa Perfeita se preocupa em compreender o posicionamento da marca, os expertises da empresa, assim como outros fatores que podem gerar ganhos futuros acima da média do setor. Além disso, é feita uma avaliação criteriosa de sinergias com os potenciais compradores, para se entender como isso pode gerar um adicional no preço de venda da empresa.

Maiores detalhes do processo de Valuation podem ser encontrados no link.

 

 

3 - Avaliação de potenciais compradores/investidores

A decisão de vender uma empresa em muitos casos surge a partir de um comprador/investidor batendo na porta. Nesse momento, a pior decisão a se tomar é não buscar alternativas de investidor, pois qualquer comprador nunca chegará a sua melhor oferta, sabendo que é o único comprador.

No caso de ainda não existir nenhum comprador/investidor interessado na empresa, é importante que o assessor analise para qual player do mercado aquele ativo se mostra mais importante, seja para um concorrente local ou um concorrente de outra região ou país, para um fundo de investimento ou para uma empresa que pretende entrar em determinado setor. O que vai definir o melhor comprador são as condições do mercado e as peculiaridades da empresa.

 

 

4 - Memorando de Informações

O Memorando de Informações é o principal documento para os compradores terem uma melhor compreensão da companhia. Nesse documento a Empresa Perfeita, com a ajuda dos acionistas e diretores da empresa, elabora um resumo da organização, em ordem a apresentar uma visão holística do negócio, destacando seus pontos fortes e suas oportunidades de mercado.

 

 

5 - Negociação

Toda a preparação que foi desenvolvida durante a avaliação e a elaboração do Memorando de Informações estará em prova nesse momento. O assessor precisa conhecer em profundidade a empresa e o setor para atuar de forma satisfatória na negociação.

A Empresa Perfeita elabora junto ao cliente uma estratégia de negociação para maximizar o valor da empresa, valorizando processos competitivos e a qualidade dos materiais apresentados.

 

 

6 - Due Diligence

A Due Diligence é processo conduzido por advogados e contadores para levantar possíveis contingências da empresa. (potenciais passivos da companhia que não se encontram no balanço da empresa).

A combinação de todas essas contingências, ajustadas pela possibilidade de ocorrência de cada uma delas, gera um total de contingências que poderá ser descontado do valor da companhia. Podemos participar desta etapa na contra argumentação para o lado contratado.

 

 

7 - Acordo de compra e venda de cotas/ações

É muito importante participar da elaboração do contrato excluindo cláusulas nocivas e acrescentando outras a fim de proteger nosso cliente. Realizamos esta etapa com a ajuda de nosso escritório de advocacia especializado em transações deste tipo.

Em situações em que não há a aquisição de 100% das ações da empresa e o fundador irá permanecer no negócio é fundamental analisar com detalhes tanto o contrato de compra e venda de ações assim como o novo contrato social da empresa para evitar futuros atritos entres os acionistas.

Um relacionamento saudável entre os acionistas se inicia com uma clara abertura dos anseios e expectativas futuras de ambas as partes nesse momento do processo, evitando que essas questões venham à tona no futuro.

 

 

8-Planejamento Financeiro e Tributário

De que forma vai ser feito o negócio?

O planejamento tributário é um conjunto de sistemas legais que visam diminuir o pagamento de tributos.

O contribuinte tem o direito de estruturar o seu negócio da maneira que melhor lhe pareça, procurando a diminuição dos custos de seu empreendimento, inclusive dos impostos.

Se a forma celebrada é jurídica e lícita, a fazenda pública deve respeitá-la.

 

Para Startups

Por que uma empresa consegue captar recursos e tantas outras parecidas não conseguem?

A regra de ouro que resumirá todos os pontos relevantes será sempre a mesma: só capta recursos a empresa que é objetivamente e subjetivamente o que o investidor está procurando

Por outro lado, é dever do empreendedor saber escolher o investidor certo para a sua empresa. Ora, se os investidores sabem o que procuram, busque investidores que procuram investir em empresas como a sua.

Para que esta avaliação seja possível (tanto para a escolha das empresas como para a escolha do investidor) precisamos entender o que é de fato o investidor, quais são as especificidades que cada investidor busca, por que cada investidor é diferente do outro, dentre muitos outros aspectos que fazem a diferença. Ao mesmo tempo, cada empreendedor deve ser capaz de avaliar a sua empresa em termos absolutos, ou seja, saber se tem as características que os investidores procuram, se realmente o ideal é captar com um investidor, qual a participação que deve ceder; como fazer um pitch; etc.

 

Entre em contato para podermos lhe ajudar mais.